Por que a Liderança é tão importante?

Tempo de leitura: 3 minutos

    A falta de um líder competente se tornou a maior reclamação dentro de uma empresa. Isto porque além de tecnologia, recursos e processos as empresas precisam de pessoas que estimulem outras pessoas a quererem dar o melhor de si. Trabalhar por obrigação e necessidade leva a empresa a funcionar em níveis abaixo do esperado.

E porque faltam líderes capazes de inspirar suas equipes?

Porque as reclamações são tantas e a insatisfação em trabalhar é crescente?

    Líderes necessitam aprender a lidar inicialmente com seus próprios obstáculos e o primeiro deles é o aspecto emocional. Deixam-se levar pelos altos e baixos de seus humores e na crise fazem mais da mesma coisa. Se são temperamentais, em momento de crise, o fogo interno torna-se ainda mais intenso e inflama quem está por perto. Se são pacatos, irão permanecer inertes sem dar a resposta adequada que a situação exige. E o nível de stress da equipe aumenta consideravelmente tirando de todos a capacidade de pensar em alternativas, e no momento de mais necessidade a equipe regride. Quando as pessoas tem o hábito de chorar, em situações de estresse, choram demais. Quando as pessoas tem o hábito de rir, em situações de estresse, riem demais

   A falta de um modelo de como lidar com as crises aumenta os danos na hora que mais se precisa de uma reação inteligente. O maior desafio do líder é saber responder com serenidade aos momentos de pressão, caso contrário se sentirá perdido e levará a equipe junto.

 O modelo racional de pensar ajuda o líder a estruturar melhor as alternativas de comportamento mais adequado. Muitas vezes, as pessoas se condicionam a responder de forma inadequada por não terem tido alguém que as ensinasse outros modelos de comportamento.

  O diferencial da Programação Neurolinguística é que ela proporciona uma oportunidade de questionar velhos hábitos e abre a possibilidade para novas maneiras de pensar e agir. Existe, no mercado, uma demanda enorme por profissionais que antes de se colocarem na posição de líder do outro, saiba ser líder de si mesmo e aprenda como resgatar o que tem de melhor em momentos de adversidades e opiniões opostas. É preciso aprender a absorver as adversidades e liderar as emoções dos outros a partir de uma boa administração das suas próprias emoções.

  Além do mais é preciso desenvolver a capacidade de adotar um estilo de liderança de acordo com a necessidade do momento. Tem situações em que é preciso ser autoritário e outras, cujo estilo democrático será o mais eficiente. Ter a sensibilidade de usar a flexibilidade para assumir o estilo específico dependendo da situação, requer por parte do líder o refinamento da percepção. Líderes capazes de perceber além, com visão ampla, criam relacionamentos de confiança, e tornam os grupos de trabalho mais produtivos e harmônicos.

 Abordando este assunto ministrarei uma Palestra que falarei sobre PNL aplicada a Liderança e Coach.

Será  Quarta-feira, dia 27 de Abril , ás 20h na Livraria Leitura – Shopping Rio Mar Fortaleza.

Entrada gratuita
Inscrições: http://goo.gl/snJEN6

Sobre Magui Guimarães

Magui Guimarães é Master Trainer em PNL & Coaching, Consultora em Gestão de Pessoas, atua em Educação Corporativa e Coaching para executivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>